FAQ – Acupuntura

AcupunturaComo as agulhas de acupuntura curam?
A acupuntura é uma técnica da medicina chinesa que se baseia no princípio de que o corpo humano é permeado por canais de energia. A energia vital (chi) percorre esses canais levando nutrição às nossas células, tecidos e órgãos, de modo que quando há falta ou excesso de energia, a estrutura do corpo é prejudicada. Com a aplicação de agulhas em pontos específicos do canal onde a energia emerge próximo à pele, o organismo reage ao estímulo produzindo respostas específicas, seja no próprio local, transmitindo informações pelo sistema nervoso, hormonal ou em conexões fisiológicas que nem a ciência atual compreende totalmente. Esses pontos foram estudados há milênios e os efeitos provocados pela sua estimulação foram classificados, de modo que o profissional acupunturista elege os pontos específicos para o resultado efetivo em seu paciente.

O que pode ser tratado pela acupuntura?
Sendo uma terapia holística, é indicada principalmente para distúrbios onde exista uma relação entre o físico e o emocional, ou seja, as doenças psicossomáticas. Trata distúrbios emocionais como medo, irritabilidade, depressão, ansiedade, etc. Trata distúrbios musculares e articulares, gastrite nervosa, cólica menstrual, dores de cabeça, lombalgia, insônia, etc. Além do tratamento, atua na prevenção.

As agulhas são muito dolorosas?
Geralmente não há dor, pois seu calibre é muito fino. Há partes do corpo mais sensíveis e outras menos, então há possibilidade de haver alguma dor na picada ou no aprofundamento da agulha. De modo geral, são sensações muito bem toleráveis e algumas reações podem ser curiosas, como dormência, formigamento ou peso, que são indicativos de que o corpo está respondendo positivamente ao estímulo.

Tenho medo de agulhas, mas acredito na acupuntura. Há outra opção?
Tradicionalmente, as agulhas são os instrumentos que mais mostraram eficiência para promover respostas específicas nos pontos dos canais de energia. Contudo, também são utilizados moxa (charuto que aquece o ponto), ímãs (que promovem alterações magnéticas no ponto), stiper (pastilhas de silício que alteram a energia do ponto), sementes (cuja pressão estimula a condução nervosa), etc. Enfim, há outras alternativas para quem tem pavor de agulha.

Somente médicos podem aplicar acupuntura? 
Não! Embora haja uma mobilização por parte de um grupo de médicos para monopolizar a acupuntura, é uma atividade de qualquer profissional de saúde que tenha formação nessa técnica. A base da acupuntura são as teorias chinesas do Yin Yang, cinco elementos, meridianos de energia e outros ensinamentos que não têm correspondência com a medicina ocidental. Obviamente, o conhecimento científico da anatomia e fisiologia é importante, e isso consta na grade curricular de qualquer curso de graduação superior na área da saúde.

Em quantas sessões eu posso melhorar?
Cada pessoa responde de forma diferente ao tratamento e cada distúrbio tem o seu tempo para recuperação. Quanto mais tempo existir uma desarmonia, maior tempo levará para que o equilíbrio seja restaurado. Em uma aplicação, a maioria das pessoas percebe alguma sensação de bem-estar e relaxamento, mas para um tratamento completo, no mínimo 10 sessões costumam ser indicadas. Em conjunto com a acupuntura, é necessário incorporar hábitos saudáveis de alimentação, descanso, atividade física e reforço do autoconhecimento, pois a acupuntura promove o equilíbrio natural do organismo e não a injeção de químicos artificiais.

A acupuntura se baseia em alguma crença?
A medicina chinesa é baseada na filosofia taoista e no conceito de “chi” (energia vital). Emprego elementos dessa filosofia como o Yin Yang e os cinco elementos ao analisar o padrão energético. Ao se interagir com o meio, o nosso sistema energético interno faz representações da nossa interação externa. Nessa interação, o sistema energético, enquanto função de um sistema completo, busca o equilíbrio. Devido à má administração dos recursos energéticos, do yin yang, dos desejos em contraste às aversões, o sistema opera fora da sua inteligência natural e perde o eixo. Tratando-se de uma correção na função, os cinco elementos são utilizados por serem os padrões de movimento da energia. Identificando-se o padrão desse desequilíbrio, fornecemos informações ao seu sistema integrado fazendo com que os cinco elementos desbalanceados retornem ao fluxo natural. As funções sobrecarregadas e as insuficientes devem então voltar ao padrão inteligente.

Marco Moura (CRTO 1344)
Acupunturista e Fisioterapeuta

Marco Defensor de Moura
Acupunturista, prof. de Meditação, Tai Chi e Kung Fu
Centro Cultural Tzong Kwan, Vila Mariana, São Paulo

Treinos do 道DAO - práticas orientais.
Meditação Online - cultivando a mente original.
#TaiChiSampa - incentivando a cultura do Tai Chi.

Compartilhe!